Quem foi que descobriu a América?

Então a professora parou a aula, olhou para o Joãozinho e perguntou: “Joãozinho, quem foi que descobriu a América?”

“Bem,” – disse o Joãozinho – “essa é uma pergunta que tem várias respostas. Se for para considerar a teoria mais aceita, que é a Teoria Clóvis, quem descobriu a América foi algum paleoíndio de origem asiática, que chegou na América há cerca de 13 mil anos através de uma ponte de gelo que existia no Estreito de Bering. Mas há controvérsias. Por exemplo, há quem afirma ter encontrado indícios de ocupação humana no interior do Piauí, na Serra da Capivara, de mais de 50 mil anos.”

“Também há quem diga que quem descobriu a América” – continuou Joãozinho -“foi um tal de Eric o Vermelho, um viking que teria chegado na região do Labrador, há uns 1000 anos. Sem contar aqueles que acham que quem descobriu a América foi um chinês chamado Hong Bao, que teria chegado no continente pelo lado do Pacífico.”

“Mas, provavelmente, a senhora deve estar pensando no Cristóvão Colombo, italiano que chegou em uma ilha das Bahamas em 1492, achando que tinha chegado nas Índias. Sabe, professora, o Colombo fez quatro viagens para a América e morreu em 1506 ainda achando isso, ele nunca soube que era um novo continente, coitado.”

Continuou Joãozinho: “Então, talvez o mais certo seria dizer que quem descobriu a América foi outro navegador italiano, o Américo Vespúcio, que fez viagens para o Novo Mundo nessa mesma época. Parece que foi ele o primeiro que concluiu que as terras em que Colombo chegou não eram as Índias e sim um novo continente. Aí o Américo Vespúcio mandou uma carta para um tal Duque de René contando o que encontrou. E o tal Duque, que era um homem culto e educado, gostou da história e passou a carta para os estudiosos que ele patrocinava no centro de estudos que ele mantinha. Ousado o Duque, né professora?”

“Um dos estudiosos do Duque que leram a carta do Américo foi um cartógrafo chamado Martin Waldseemüller, eita nome complicado. Esse cara, então, elaborou um  mapa em 1507 com as informações que existiam até o momento, acrescentando o que imaginou a partir da carta do Américo. Desenhou um negócio que não tem nada a ver com o que realmente é, mas colocou sobre o novo continente a expressão “Terra de Américo” ou “América”. Então, professora, podemos também dizer que quem descobriu a América foi o Waldseemüller.”

“Foram feitas mil cópias dessa mapa e espalhadas por toda Europa. O nome “América” pegou. Mas sabe, todas essas cópias sumiram. Somente em 1901 é que um tal de Joseph Fisher achou uma cópia, escondida no sótão de uma espécie de museu na Alemanha”.

“Essa única cópia do mapa de Waldseemüller ficou com o governo alemão até recentemente, quando em 2007, exatos 500 anos depois dele ter sido criado, o governo americano comprou o mapa pela pechincha de US$ 10 milhões. Foi a Angela Merkel quem levou pessoalmente o mapa para os Estados Unidos. Se a senhora quiser dar uma olhada nele, ele está em exposição na Biblioteca Nacional do Congresso Americano, em Washington D.C.”.

A professora olhou para a janela, deu um suspiro cansado, pensou no que ia fazer para o almoço e continuou a aula.

 

P.S. Aos que se interessarem por essa história, recomendo o incrível livro “A Quarta Parte do Mundo“, de Toby Lester, publicado no Brasil pela Editora Objetiva. 

24 respostas para “Quem foi que descobriu a América?”

  1. É interessante notar como existe toda uma história por trás que explica esses eventos do cotidiano. Muito legal!

  2. Só tive uma dúvida na primeira foto:
    Quem é o paleoíndio examinando as imagens rupestres?
    E a nota de rodapé que uma descendente de alemã pode fazer:
    Se o mapa do tal moleiro do lago da mata fosse encontrado pós
    Edward Snowden, Merkel não venderia por essa pechincha.
    Mas nem a pau.
    bjins

    1. Bem, a contar a vasta cobertura pilosa, o tal paleoíndio deve ser de algum ramo neandertal extinto há muitos anos.

    1. Macilda, nesse caso, recomendo a leitura do livro “A Quarta Parte do Mundo“, de Toby Lester, publicado no Brasil pela Editora Objetiva. Tem tudo lá.

      1. Também recomendo o Livro
        História Secreta do Brasil – Vº Império – O Milênio Universal
        Cláudia Bernhardt de Souza Pacheco

  3. Uma aluna me perguntou quem descobriu a América, eu disse Colombo, e ela disse, então porque na outra escola a professora disse ser o Américo Vespúcio? >>>>
    Falei que há, ainda, muitas controvérsias, mas, a tese mais aceita para o termo descobrimento, que é aquele que culturalmente o navegador chega pousando de herói em terra firme, é a do Colombo. Pra mim ensinar algo diferente, os experts historiadores deveriam mudar definitivamente a história e desmentir a antiga caso fosse necessário.
    Grato, adorei o blog

    1. Muito interessante seu comentário. Para mim, não existe “experts historiadores” que sejam capazes de mudar definitivamente a história. O que torna a história algo fantástico é exatamente o fato dela ser mutável, mesmo que se refira a fatos passados. A cada nova descoberta, a cada nova interpretação a história assume uma nova versão. Por exemplo, se você perguntar a muitos peruanos e bolivianos atuais, eles dirão que não houve “descobrimento”, houve “invasão”. Nietzsche dizia: “não existe o fato, existe a versão”.

    1. Eu que não entendi nada do que você escreveu. Não existe pontuação, acentuação. Só entendi que você GOSOU. Foi isso mesmo?

  4. É triste ver os historiadores brasileiros estrubucharem em cima da história por não serem capazes nem de entender a língua portuguesa. O simples ler e entender o português já elucidaria que realmente descobriu a ‘América’. Pois está tudo descrito nesta língua.

  5. O encino Paulo Freire vai de vento em polpa não?! 1- uma mentira dá maçonaria inglesa já antiga diz que foi Colombo, o italiano. Colombo era PORTUGUES filho bastardo do rei. E a Espanha só chegou na América porque aprendeu com PORTUGAL a fazer as sofisticadas caravelas. Navios estes que nem a Palestina Inglaterra conseguia fazer, imagine os chineses!? Segundo, é uma adulteração história flagrante está história de chines que descobriu o Brasil. Esta sendo amplamente divulgada pelos comunistas brasileiros. Inclusive começou com a abertura das olimpíadas. Aquele show de canalhices. Mesmo que os chineses tivessem navios sofisticados , o que obviamente não tinham, ainda seria necessário um conhecimento de navegação que só os portugueses detinham, porque foram eles que descobriram… E eu não vou citar aqui…
    É muito fácil desmascarar está farsa.
    E quem descobriu o Brasil foram os CAVALEIROS TEMPLÁRIOS, que eram PORTUGUESES e não franceses como reza a mentirosa história contada nas universidades maçônicas. E o que não falta são PROVAS.
    Até mais senhor comuna.

  6. Tudo isso é muito interessante, até mesmo o fato de afirmarem q Colombo era italiano , quando q na verdade ele era português legítimo. E tbm quando um leigo qualquer sugere q a América foi descoberta até pela 1a Ministra Alemã Ângela Merckel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *